SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 número229Efecto de cama de pollos, subproductos de cereales y caña sobre la fisiología ruminal de ovinosFactores de riesgo del síndrome respiratorio bovino en terneros lactantes de Argentina índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Archivos de Zootecnia

versión impresa ISSN 0004-0592

Resumen

SANTOS, M.C.S. et al. Comportamento de clones de pennisetum submetidos a períodos de restrição hídrica controlada. Arch. zootec. [online]. 2011, vol.60, n.229, pp.31-39. ISSN 0004-0592.  http://dx.doi.org/10.4321/S0004-05922011000100004.

O experimento foi desenvolvido em casa de vegetação no Instituto Agronômico de Pernambuco e objetivou avaliar clones de Pennisetum sp. submetidos a diferentes níveis de tempo de supressão da reposição hídrica. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial, sendo quatro clones de Pennisetum sp. e quatro níveis de estresse hídrico (0, 7, 14 e 21 dias sem irrigação), com 3 repetições. Foram estimadas a evapotranspiração, a percentagem e a produção de matéria seca (MS), a eficiência de uso de água, a altura média das plantas, o número de perfilhos basais, os sintomas de estresse hídrico nas plantas, o número de plantas rebrotadas e de perfilhos basais após estresse. O maior tempo de supressão da reposição hídrica reduziu mais a evapotranspiração do que a produção de matéria seca, tendo a eficiência de uso de água valores de 449 e 591 g de água por g de matéria seca nos tratamentos com 21 dias de déficit hídrico e sem estresse hídrico, respectivamente. Sete dias sem irrigação elevaram o teor de MS de 25,11% para 53,07% e de 29,25% para 46,89%, nos clones Australiano e HV 241, respectivamente, não tendo produzido mudanças significativas (p>0,05) nos dois outros clones. Dentre os clones avaliados, o Australiano e o HV 241 apresentam maior produção de massa seca quando sujeitas a estresse hídrico moderado.

Palabras clave : Capim-elefante; Estresse hídrico; Evapotrans-piração; Eficiência de uso de água.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons