SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 número231Estudio físico-químico de la carne de la raza bovina Marismeña en diferentes sistemas de terminaciónComparação entre metodologias para avaliar a idade à primeira concepção em éguas Puro-Sangue Inglês índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Archivos de Zootecnia

versión impresa ISSN 0004-0592

Resumen

SOUZA, J.C. et al. Parâmetros e tendência genética de peso de bovinos criados á pasto no Brasil. Arch. zootec. [online]. 2011, vol.60, n.231, pp.457-465. ISSN 0004-0592.  http://dx.doi.org/10.4321/S0004-05922011000300035.

Parâmetros e tendências genéticas para os pesos aos 120 (P120: n= 86 852), 205 (P205: n= 86 852), 365 (P365: n= 61 637) e 550 (P550: n= 36 187) dias de idade foram estimados para animais da raça Nelore criados a campo nas regiões Centro-Oeste e Sudeste no Brasil. Os dados são provenientes da ABCZ/EMBRAPA e foram obtidos no período entre 1975 a 2001. Os parâmetros foram obtidos utilizando o programa MTDFREML, em análise unicaracterística. Os efeitos fixos foram grupo de contemporâneos (combinação de estação (água e seca), ano, sexo e fazenda) e a covariável idade da vaca ao parto (linear e quadratico). Como efeito aleatório utilizouse o efeito aditivo direto, aditivo materno, e de ambiente permanente. As estimativas das variâncias genéticas, direta e materna, ambientais e fenotípicas e as covariâncias entre o efeito direto e materno foram 51,1; 17,9; 190,5; 280,4 e -12,0 para P120; 128,6; 47,2; 695,7; 932,4 e -25,9 para P205; 435,9; 32,2; 2934,0; 3604,9 e -27,4 para P365; 607,9; 177,7; 5637,7; 6602,5 e -117,6 para P550. Os valores de herdabilidades direta encontram-se na faixa de 0,09 a 0,18; herdabilidade materna variaram de 0,01 a 0,06, correlação direta materna entre -0,23 a -0,36 e o efeito de ambiente permanente igual a 0,05 a 0,12. As estimativas das tendências genéticas, direta materna, e ambientais no período de 1975 a 2001 foram 10,4; -1,6 e 18,4 kg para P120; 16,6; -2,8 e 23,0 kg P205; 21,7; -1,3 e 23,6 kg para P365; 25,5; -3,6 e -8,1 kg para P550, respectivamente. As tendências genéticas diretas foram positivas e as maternas pequenas e negativas. O desempenho materno tem influencia importante sobre os pesos aos 120 e 205 dias de idade e esse baixo valor obtido sugere que se deve considerar para este efeito nos programas de melhoramento, mesmo se tendo correlação direta materna adversa.

Palabras clave : Herdabilidade; Nelore; Zebu.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons