SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 número233Efeito do feno de flor-de-seda sobre a carcaça e constituintes corporais de cordeiros Morada NovaComportamento ingestivo e parâmetros fisológicos de novilhos alimentados com tortas do biodiesel índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Archivos de Zootecnia

versión impresa ISSN 0004-0592

Resumen

HAUSCHILD, L. et al. Alimentação de leitões com dietas contendo soro de leite fermentado mais zinco e cobre orgânico. Arch. zootec. [online]. 2012, vol.61, n.233, pp.71-77. ISSN 0004-0592.  http://dx.doi.org/10.4321/S0004-05922012000100008.

Um experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o desempenho de leitões alimentados com dietas contendo soro de leite fermentado mais Zn e Cu complexados a aminoácidos. Foram utilizados 64 leitões, meio-irmãos paternos em um delineamento de blocos ao acaso com dois tratamentos. Um tratamento consistiu de uma dieta controle (DC) com ZnO e CuSO4 e o outro foi a DC sem CuSO4 e com adição de soro de leite fermentado mais Zn e Cu complexados a aminoácidos (SLFLact+ZnCuAA). Cada tratamento teve oito repetições e quatro animais por unidade experimental. A presença de SLFLact+ZnCuAA na dieta de leitões não alterou (p>0,05) o peso vivo dos leitões no experimento. No entanto, o peso vivo diferiu (p<0,01) entre machos e fêmeas (24,3 vs. 24,0 kg) ao final do experimento. O consumo de ração dos animais do tratamento SLFLact+ZnCuAA foi superior (p<0,01) em 8% nos primeiros 14 dias (0,261 vs. 0,239 kg/d), 15% de 15 a 28 dias (0,756 vs. 0,675 kg/d) e 12% de 29 a 42 dias (1,091 vs. 0,962 kg/d) em relação ao grupo controle. No período total, o consumo dos animais alimentados com a dieta contendo SLFLact+ZnCuAA foi 11% superior (p<0,01). O ganho de peso dos animais do tratamento com SLFLact+ZnCuAA foi superior (p<0,01) em 14% de 0 a 14 dias (0,176 vs. 0,152 kg/d), 11% de 15 a 28 dias (0,564 vs. 0,500 kg/d) e 12% de 29 a 42 dias (0,572 vs. 0,501 kg/d). O ganho médio diário nos 42 dias de experimento foi 12% superior (p<0,01) nos animais do tratamento com SLFLact+ZnCuAA comparado ao grupo controle (0,437 vs. 0,384 kg/d). A conversão alimentar do tratamento com SLFLact+ZnCuAA foi 8% menor (p<0,01) nos primeiros 14 dias (1,487 vs. 1,614). A adição de leite fermentado e Zn e Cu complexados a aminoácidos em dietas contendo óxido de zinco melhora o desempenho de leitões.

Palabras clave : Lactobacillus acidophilus; Metabólitos; Microminerais; Suínos.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons