SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue1Analysis of patterns in bouts elite epeeDifferences in the Strategic Use of Space in Under 14 and Under 16 Soccer: a Polar Coordinate Analysis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Cuadernos de Psicología del Deporte

On-line version ISSN 1989-5879Print version ISSN 1578-8423

Abstract

CASTELLANO, Julen  and  BLANCO-VILLASENOR, Angel. Análise da variabilidade do movimento de jogadores de futebol de elite durante uma temporada competitiva de um modelo linear generalizado misto. CPD [online]. 2015, vol.15, n.1, pp.161-168. ISSN 1989-5879.  http://dx.doi.org/10.4321/S1578-84232015000100016.

Este estudo pretende descrever a variabilidade na distância percorrida por futebolistas de elite ao longo de uma época desportiva. Foram analisadas as distâncias médias percorridas em diferentes séries de intensidade pelos jogadores de uma mesma equipa na segunda divisão espanhola (Liga Adelante) durante a época desportiva 2013-14. A distância total (DT) e metros por minuto (m • min-1) percorridos pelos futebolistas foram recolhidas utilizando o sistema computorizado TRACAB® system by ChyronHego a 25 frames por segundo, distinguindo-se cinco tipos de intensidades: parado-andando (0-1 Km • h-1), marcha (<7 km • h-1), trote (<14 km • h-1), corrida (<21 km • h-1) e Sprint (> 21 km • h-1). Após realizar uma análise descritiva, foi aplicada, aos dados, uma análise utilizando o modelo linear generalizado (Linear Mixed). Os resultados mostraram que as distâncias percorridas em séries de intensidade acima de 7 Km·h-1 e abaixo de 21 Km·h-1 variaram mais do que o resto durante a época. Esta variabilidade pode dever-se a variáveis contextuais como: local, nível dos adversários e resultado do marcador final. Os resultados destas análises podem ter uma dupla aplicação. Por um lado, o rendimento físico de competição não parece ser a melhor forma de conhecer o estado da forma da equipa, devido à variabilidade contextual própria da competição, sendo que em todo o caso, as séries de intensidade mais elevada ou os indicadores globais de rendimento físico (DT e m·min-1) os mais adequados para avaliar o desempenho físico geral. Por outro lado, poderá ser interessante considerar a monitorização do desempenho físico para adequar estratégias de intervenção no processo de treino com o objetivo de otimizar o rendimento físico dos jogadores aplicado a contextos específicos do jogo.

Keywords : Desportos coletivos; modelo linear misto; variáveis contextuais; desempenho físico.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License