SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue26 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Enfermería Global

On-line version ISSN 1695-6141

Abstract

MACHADO DE AZEVEDO FILHO, F. et al. Administração de medicamentos: conhecimento de enfermeiros do setor de urgência e emergencia. Enferm. glob. [online]. 2012, vol.11, n.26, pp.54-69. ISSN 1695-6141.  http://dx.doi.org/10.4321/S1695-61412012000200005.

A intervenção medicamentosa é uma aliada no processo de recuperação da saúde, principalmente no setor de urgência e emergência. Tendo o enfermeiro como o principal responsável por essa prática e considerando que qualquer falha durante esta atividade pode trazer conseqüências irreversíveis ao paciente, o estudo objetiva descrever o conhecimento dos enfermeiros acerca desta temética e verificar os aspectos da formação, busca de atualização e educação continuada no serviço de saúde. Estudo descritivo, exploratório, de abordagem quantitativa, realizado em unidades de urgência e emergência do Distrito Sanitário Leste de Goiânia, Goiás. Participaram do estudo 37 enfermeiros que responderam um questionário auto-aplicável. Realizou-se análise estatística e descritiva, considerando intervalo de 95% de confiança e fatores com p < 0,05 significantes. Pelo estudo, constata-se o preparo dos enfermeiros quanto à administração de medicamentos em urgência e emergência e aponta lacunas que devem ser sanadas por meio da educação continuada.

Keywords : enfermagem; unidade de urgência/emergência; administração de medicamentos; conhecimento.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish | Portuguese     · Spanish ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License