SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número45Necesidades de cuidado de pacientes con cáncer en tratamiento ambulatorioIncidencia de Flebitis asociada a Catéteres Centrales de Inserción Periférica en UCI Adultos: Implementación de un Protocolo para Enfermería índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Enfermería Global

versión On-line ISSN 1695-6141

Resumen

GOMES, Andréa Tayse de Lima et al. Perfil epidemiológico das emergências traumáticas assistidas por um serviço pré-hospitalar móvel de urgencia. Enferm. glob. [online]. 2017, vol.16, n.45, pp.384-415.  Epub 01-Ene-2017. ISSN 1695-6141.  http://dx.doi.org/10.6018/eglobal.16.1.231801.

Objetivo

Descrever o perfil epidemiológico das emergências traumáticas assistidas por um serviço pré-hospitalar móvel de emergência do Nordeste do Brasil.

Métodos

Estudo documental e quantitativo, realizado a partir das fichas de atendimento das emergências entre janeiro e junho de 2014, sendo a amostra composta por 1.960 fichas. Utilizou-se um questionário estruturado para a coleta de dados e a análise foi por estatística descritiva.

Resultados

Houve destaque para os Acidente de Trânsito (AT) - 67,7%; quedas (17,1%); e perfuração por arma de fogo (6,8%). A maioria dos envolvidos eram homens (76,2%), enquadrados no grupo etário jovens adultos (46,6%) e o maior número de ocorrências foi no fim de semana (37,4%). Destes, 58,1% tiveram trauma leve e 44,0% não sofreram politraumatismo. Observou-se que houve negligência em relação a anotação da escala de coma de Glasgow em 39,0% dos casos.

Conclusão

Entre as emergências traumáticas atendidas, os AT ocorreram em maior proporção no domingo, envolvendo jovens adultos do sexo masculino. Ressalta-se que a negligência dos profissionais quanto às anotações básicas nas fichas de atendimento são responsáveis por gerar dificuldades para o desenvolvimento de pesquisas. E, no que diz respeito aos processos judiciais, é notório que não há respaldo documental quanto a assistência prestada.

Palabras clave : Assistência pré-hospitalar; Emergências; Traumatologia.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español | Inglés | Portugués     · Español ( pdf ) | Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )