SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue46Factorial structure and internal consistency of the Fatigue Severity Scale in Colombian population with chronic diseasesDietary habits of secondary school students in Andalusia during school time in relation to food stores in the environment author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Enfermería Global

On-line version ISSN 1695-6141

Abstract

DA FONTE, Vinícius Rodrigues Fernandes da et al. Fatores associados ao uso do preservativo entre jovens homens que fazem sexo com homens. Enferm. glob. [online]. 2017, vol.16, n.46, pp.50-93.  Epub Apr 01, 2017. ISSN 1695-6141.  http://dx.doi.org/10.6018/eglobal.16.2.245451.

Introdução

O aumento das infecções pelo HIV no Brasil entre Homens que fazem Sexo com Homens, na faixa etária de 15 a 24 anos, tem como um dos fatores a baixa utilização do preservativo.

Objetivo

Descrever os fatores que estão associados ou não a utilização do preservativo entre jovens HSH.

Metodologia

Estudo descritivo, de natureza quantitativa, com emprego de amostra por conveniência. O cenário foram seis boates direcionadas para o público de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais no Município do Rio de Janeiro - Brasil, selecionadas por meio de um guia de boates gay. Os participantes foram homens que fazem sexo com homens na faixa etária entre 18 a 24 anos. A coleta de dados ocorreu durante o mês de outubro de 2012. Foram entrevistados 220 jovens com auxílio de um instrumento de coleta de dados. A análise dos dados foi realizada utilizando o programa EpiInfo.

Resultados

O uso do preservativo está associado à prevenção de doenças. A falta de uso do preservativo no sexo oral, na primeira e última relação sexual, foi justificada pelo incômodo que causa, falta de experiência/conhecimento e a confiança no parceiro, respectivamente.

Conclusão

O estudo sinaliza que os entrevistados apresentam suscetibilidade à infecção pelo HIV quando abandonam ou não utilizam o preservativo pela confiança no parceiro, falta de conhecimento e/ou experiência. Ações de orientação e esclarecimento com material informativo são relevantes, considerando a vulnerabilidade desse grupo às infecções sexualmente transmissíveis.

Keywords : Preservativos; comportamento sexual; homossexualidade masculina.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · English ( pdf ) | Spanish ( pdf ) | Portuguese ( pdf )