SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue50Factors of work-related stress in hospital nursing bureau according to the demand-control-support modelEvaluation of the working environment between nursing professionals in an urgent and emergency unit author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Enfermería Global

On-line version ISSN 1695-6141

Abstract

FREITAG, Vera Lucia; MILBRATH, Viviane Marten  and  MOTTA, Maria da Graça Corso da. Mãe-cuidadora de criança/adolescente com Paralisia Cerebral: O cuidar de si. Enferm. glob. [online]. 2018, vol.17, n.50, pp.325-360.  Epub Apr 01, 2018. ISSN 1695-6141.  http://dx.doi.org/10.6018/eglobal.17.2.265821.

O cuidar de si possibilita a pessoa integrar as várias fases da vida de maneira saudável nos aspectos físicos, emocionais e espirituais.

Objetivo

Compreender como a mulher-mãe de criança/adolescente com Paralisia Cerebral cuida de si.

Método

Estudo qualitativo, com abordagem fenomenológica/hermenêutica, realizado na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais em um município ao sul do Rio Grande do Sul/Brasil, com dez mães/cuidadoras de crianças/adolescentes com paralisia cerebral, entre abril e junho de 2015. Para a coleta de informações utilizou-se observação participante e entrevista fenomenológica, a interpretação por meio da abordagem hermenêutica. Quanto às considerações éticas, a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas, Parecer nº 1.001.573. Também foi apresentado, lido e entregue o termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE).

Resultados

O cuidar de si da mulher-mãe está atrelado ao cuidado da criança/adolescente. Refere que cuidar de si, por vezes, significa cuidar da saúde, podendo estar relacionado ao tratamento da beleza, menciona ainda, não ter cuidado consigo a não ser no momento do banho, e, mesmo assim o filho está junto.

Conclusão

O estudo traz contribuições à prática da enfermeira ao subsidiar estratégias capazes de facilitar a estas mulheres o cuidar de si, ao auxilia-las no processo de adaptação à nova situação e no processo de cuidar a criança/adolescente.

Keywords : Cuidado; Mãe; Paralisia Cerebral; Criança com Necessidades Especiais; Enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · English ( pdf ) | Spanish ( pdf ) | Portuguese ( pdf )